Vagas gratuitas: Liga Solidária abre inscrição para curso de qualificação profissional

Para as pessoas que buscam qualificação profissional, uma boa notícia! A Liga Solidária, Organização da Sociedade Civil (OSC), realizará as inscrições para o Programa de Qualificação Profissional de 1 a 14 de novembro.

São diversos cursos todos gratuitos, nas seguintes áreas: Administração, Cabeleireiro e Manicure, Tecnologia da Informação e Gastronomia. Além das aulas práticas, os alunos terão atividades de formação humana.

Alunas do Colégio Santa Amália homenageiam colaboradora em tratamento do Câncer de Mama

Por Rogério Aráujo

Mesmo próximo ao fim do mês de Outubro, no qual é celebrado o Outubro Rosa, alunas do Colégio Santa Amália, unidade Saúde, realizaram uma surpresa para Adriana Ferreira, bióloga e auxiliar de laboratório do Colégio, que está passando pelo tratamento da patologia. A iniciativa teve a finalidade de reafirmarem o apoio e a solidariedade de uma patologia que acomete mulheres….

GUIA PRÁTICO DA LEI 13.019/14 LEI DAS PARCERIAS

Por Marcos Muniz, coordenador de Relações Institucionais da Liga Solidária

A Lei 13.019/14 ” Marco Regulatório do Terceiro Setor” Que determina a forma de contratualização entre Governos – Terceiro Setor e Iniciativa Privada é uma realidade, muito ainda precisa ser feito para sua implementação e clareza. Neste sentido coloco para vocês um Guia Elaborado pela Comissão do Terceiro Setor da OAB que contribui significativamente para o entendimento da Lei.

SBT Notícias: Lar Sant’Ana é destaque com ação que ajudam idosos a recuperar memória afetiva

Por Rogério Araújo

O residencial Lar Sant’Ana, unidade mantenedora da Liga Solidária foi destaque hoje no SBT Notícias. A matéria abordou uma ação para relembrar os sabores do passado, e foi a estratégia usada pelo lar de idosos para ajudar os moradores a manter viva a memória afetiva. Com a ajuda do chefe Carlos Augusto, a cada semana, foram  preparadas receitas de família de alguns moradoras.

E você, qual emoção está sentindo hoje?

Por Daniela Medeiros, voluntária
 
Como você está se sentindo hoje? Alegre? Triste? Com medo? Com raiva?
Difícil responder? Agora imagine-se respondendo a essas perguntas com 6, 7, 8 ou 9 anos. Nessa idade, você tinha consciência das suas emoções?
Como seria sua vida hoje se naquela idade você já tivesse sido apresentado a essas reflexões? Será que mudaria alguma coisa se você soubesse usar emoções que julga negativa como medo, tristeza e raiva a seu favor?